Cura o teu sistema familiar

Cura a Tua Árvore Familiar
A vida destrói todo o supérfluo até que reste somente o importante.

A vida não te deixa em paz, para que te deixes de culpar e aceites tudo como “É”.
A vida vai retirar o que tu tens, até tu parares de reclamar e começares a agradecer.
A vida envia pessoas conflituosas para te curar, para tu deixares de olhar para fora e começares a refletir o que tu és por dentro.
A vida permite que tu caias de novo e de novo, até que tu decidas aprender a lição.
A vida tira-te do caminho e apresenta-te encruzilhadas, até que tu pares de querer controlar tudo e fluas como um rio.
A vida coloca os teus inimigos na estrada, até que tu pares de “reagir”.
A vida assusta-te e assustará quantas vezes for necessário, até que tu percas o medo e recuperes a tua fé.
A vida tira o teu amor verdadeiro, ele não concede ou permite, até que tu pares de tentar comprá-lo.
A vida distancia-te das pessoas que tu amas, até entenderes que não somos esse corpo, mas a alma que ele contém.
A vida ri de ti muitas e muitas vezes, até tu parares de levar tudo tão a sério e começares a rir de ti mesmo.
A vida quebra-te em tantas partes quantas forem necessárias para a luz penetrar em ti.
A vida confronta-te com rebeldes, até que tu pares de tentar controlar.
A vida repete a mesma mensagem, se for preciso com gritos e bofetadas, até tu finalmente ouvires.
A vida envia raios e tempestades, para acordar-te.
A vida humilha-te e por vezes derrota-te de novo e de novo até que tu decidas deixar o teu ego morrer.
A vida nega-te bens e grandeza até que pares de querer bens e grandeza e comeces a servir.
A vida corta as tuas asas e poda as tuas raízes, até que não precises de asas nem raízes, mas apenas desapareças nas formas e o teu ser voe.
A vida nega-te milagres, até que entendas que tudo é um milagre.
A vida encurta o teu tempo, para te apressares em aprender a viver.
A vida te ridiculariza até tu te tornares nada, ninguém, para então te tornares tudo.
A vida não te dá o que tu queres, mas o que tu precisas para evoluir.
A vida machuca-te e atormenta-te até que tu soltes os teus caprichos e birras e aprecies a respiração.
A vida esconde-te tesouros até que tu aprendas a sair para a vida e buscá-los.
A vida nega-te Deus, até tu o veres em todos e em tudo.
A vida acorda-te, poda-te, quebra-te, desaponta-te…
Mas acredita, isso é para que o teu melhor se manifeste… até que só o AMOR permaneça em ti”. – Bert Hellinger

Programa:

  • O que é o Sistema Familiar
  • De que forma o inconsciente familiar afecta a nossa vida
  • Analise de memorias através de fotografias
  • A cura e reconhecimento dos nossos antepassados
  • As leis sistémicas – Lei do Amor & Lei do Equilíbrio & Lei da Pertença
  • Conhecer as nossas raízes familiares
  • Exercícios de Constelações Familiares
  • Construir a nossa árvore familiar

Neste Retiro, vamos trabalhar a temática do Sistema Familiar. “O que não é visível, se torna visível à luz das Constelações Familiares!”

Se ressoa em ti, o curar o teu sistema familiar, este retiro é para ti.2 dias num profundo processo de cura

Local: Presencial Escola de Desenvolvimento Humano

Valor – 29€ para a participação dos 2 dias
& NIB 0033 0000 4527 6232 355 05, MB way 938688664

Participantes devem trazer:
– Fotografias desde do nascimento até a data actual, com o sistema familiar
– Uma planta que represente o sistema familiar ( exemplo: Árvore Oliveira & Bonsai & Planta Jade… )

Inscreve-te